Notícias

Rare não pode renovar Killer Instinct por causa de um programa de TV

Foi postado na NeoGAF que a Rare está com alguns problemas para renovar a marca Killer Instinct. O motivo é dinheiro? Não. Problemas com desenvolvedoras? Não. Falta de vontade da Microsoft? Não.

Por causa da Fox, ou de um programa dela, mais especificamente.

É, o canal de TV. O mesmo que passa Simpsons.

A questão é que o departamento de patentes dos Estados Unidos não quer renovar a marca porque um programa de TV da Fox que passava (do verbo não passa mais) entre 2005 e 2006 possui o mesmo nome, e por isso, pode gerar confusão. Eis a transcrição do relato:

“No presente caso, a marca do aplicante é KILLER INSTINCT e a marca do registrante é KILLER INSTINCT. As marcas são idênticas em termos de aparência e som. Além disso, a conotação e a impressão comercial de ambas as marcas não diferem levando em consideração a conexão entre as partes e seus respectivos serviços.

Por isso, as marcas foram consideradas similares, e podem causar confusão.”

Não imagino como uma série que não existe mais, e que ninguém conhece sobre um filho de um serial killer que caça outros serial killers pode ser confundida com um jogo que mistura ciborgues, lobisomens, ninjas, aliens, um esqueleto e um tocha-humana enrustido (eu não gosto do Cinder), para não citar outros. Mas burocracia é burocracia, e parece que a Rare se ferrou nessa. Espero que haja alguma forma de contornar essa situação.

Luiz Felipe Guimarães

Artista, modelador e apreciador de todos os estilos de jogos. Tem um diploma de graduação em biologia guardado em algum lugar. Só não sabe onde.

Luiz Felipe Guimarães

4 dezembro, 2012

336 Comentários

344 Comments

    Deixe uma resposta